domingo, 8 de junho de 2008

TEMA DA SEMANA - CIÚME

Foi o tema escolhido, por votação!
E eu que achava que era a única que passava por isso... Sempre que o João entra no meio de um abraço, ou chora por causa de um beijo, o Gu sempre se questiona se com as outras "famílias" isso também acontece...

O tema foi MAIORIA! então SIM!
isso também acontece por ai...

O mais engraçado, é que não parece ter um fundamento, já que com abraço ou sem abraço, beijando ou não o marido, o FILHO é sempre o FOCO... Então daonde surge esse pânico que eles desenvolvem a qualquer demonstração de carinho entre os pais?

"Freud Explica"?

ok.. mas explica o que? Alguem sabe a teoria?

O Gu acha que o João "disputa" com ela a "mãe da casa", no caso = EU!
Mas eu acho que isso é complexo demais... não acredito que na cabeça de uma criança de 1 ano e 5 meses, role esse sentimento de "disputa"...

Será que ele pensa que é briga? E por isso quer separar?
Mas a gente ta sempre rindo...
Também nao pode ser ne?

A babá vai embora as 17:00, e o Gu chega em média as 19:00... e essas duas horas, fico eu, sozinha com ele... brincando, passeando, empurrando ele num dos 7653 carrinhos que ele tem...
Quando o Gu aparece na porta, a primeira coisa que o João faz é correr até mim, abraçar, por a mão no melhor estilo "STOP", e berra "NÃO"!
Imaginam a cena?

Um Pirra, proibindo o pai de chegar perto da mãe...
a gente ri muito disso...

Vou dar uma pesquisada mais TEÓRICA e voltar com dados mais SÉRIOS!

Agora me digam.... isso acontece com vcs também?
:)

4 comentários:

Belle Rodrigues disse...

Engracado que isso nao acontece com o Daniel. Pelo menos por enquanto. Ele nao tem ciumes... Ele ADORA ser o centro da atencao e quer que a gente brinque com ele o dia inteiro, mas se o Alex me der um abraco ou um beijo ele nao se intromete!
Eu pensei que essa fase fosse um pouco mais tarde, mas, como dizem, cada crianca tem seu tempo, de repente, quando o Dan crescer um pouco mais, ele ficara mais ciumento!
O motivo eu nao sei. Acho que a teoria do Gustavo nao esta tao errada. Acredito que ele ache que pode perde-la para o pai ou coisa assim. Acho que o bebe (ou a crianca) nao gosta de dividir, mesmo que ele ainda nao entenda esse sentimento.

Cantinho do meu bebê disse...

Olá querida Jó, obrigada por sua visitinha lá no cantinho do meu Dudu, adorei, assim como adorei esse cantinho aqui muito informativo, essa postagem mesmo é 10. Quando a li comecei a rir sozinha, pois aqui em casa é do mesmo jeitinho, hoje mesmo eu e meu marido estavamos dançando agarradinhos e o Dudu no meio da gente gritando para nos separar. Pois é amiga, só muda o endereço. Mil beijokas e volte sempre.

Lele disse...

Jô,
Engraçado o JP não sente nem ciumes da mãe nem do meu pai. Eu acho q ele teve sempre que divir sempre meu pai q nem sente. As vezes ele fala, MEU pai e ai eu falo MEU pai, logo ele começa a rir e daqui a pouco ele esquece.
Engraçado! Isso deve acontecer quando o filho tem irmãos da msm faixa etaria ou filho unico!
Engraçado, né?
Bjss

Fernanda disse...

Olá Jo,
obrigada pela visita e comentário. Só consegui retribuir a visita agora, pois tive o meu filho internado no hospital. Foi a 1ª vez e bastou para nos deixar completamente à toa! Graças a Deus já está em casa :) !
Sei que o normal é acontecer isso mesmo, filhos com ciúmes das mães, acontece assim com as minhas irmãs e com amigas, mas incrivelmente não cá em casa! Como posso explicar uma coisa dessas? Bem, acho que as crianças se habituaram desde cedo a me verem e ao meu marido aos bejos e abraços,( rssss), isso é uma cena tão banal que para eles que nunca chegou sequer a provocar alguma reacção! Além de que desde bebés eu os cubro de beijos, portanto há para todos, kakakak....
Não obstante, o meu filho ( com 7 anos) ainda está na fase edipiana, embora já não diga que somos namorados, nem vamos casar!
Uma boa semana p/ vocês!
P.S. Gostei mt daqui !