terça-feira, 12 de agosto de 2008

Primeira Semana do meu Tigrinho

Começo com uma confissão...
Eu sou uma mãe relapsa!

Tenho um blog particular que atualizo quando a minha consciência está com obesidade mórbida de tão pesada... Me culpo, porque acho que deixo de registrar alguns momentos incríveis do meu filho, como por exemplo:

Os primeiros dias dele na escola!

Justo o tema dessa semana, e eu percebi que NADA registrei sobre ele...

Quando julho estava acabando (tipo: dia 30!) começamos a correr atrás de uma escolinha para o João. Afinal, ele já esta com 1 ano e 7 meses, e chega de ficar em casa brincando com a Babá! Criança precisa de criança! E Isso estava tão claro... que não sei porque postergamos tanto!

O primeiro lugar que fomos, foi indicação de uma vizinha. Chegamos lá, e tudo pareceu muito ESCURO, apesar da gente ter ido no horário da manhã. O Parquinho, tinha poucos brinquedos e um aspecto sujo, as salas, com pouca luz, paredes mal pintadas, e cadeirinhas meio mal cuidadas... Até as crianças eram meio sujinhas... Sabe quando algo não "bate!"?

A diretora, não nos olhava nos olhos, a professorinha não era formada em pedagogia e nem estava cursando, falou um monte de "blablabla" e não convenceu... Pra completar, a escola esta numa guerra judicial, e o dono do prédio quer que eles saiam de lá...

Não era pra ser aquela...

Ai, por indicação de outra vizinha, chegamos na TIGRINHOS. Uma escola bilingue super SUPER aqui em Campinas. Mas como já estávamos em cima do laço, fomos visitar a escola já no inicio da semana da adaptação... foi na terça passada. E em menos de 5 minutos eu tive a certeza que era lá que eu queria que meu filho estudasse!

Cheia de espaços lindos, muitos brinquedos, um gramadão enorme... e pessoas que pelo menos num primeiro momento, passaram a impressão de que sabiam o que estavam falando e fazendo ali! Apaixonamos...

Trocamos alguns olhares... e pá! O Gu perguntou "O que precisamos fazer pra matricular ele hoje?!". Eu estava dando pulos de alegria por dentro...rs... vcs nem imaginam...
e nesse tempo que ficamos "conhecendo a escola", ele, o João, já estava se esbaldando de brincar!

Claro que nem tudo são flores... os preços são EXORBITANTES! e eu tive que pedir ajuda da minha mãe no primeiro mês com as taxas de matricula, uniforme e material! Mas a vovó, ficou felicissima em ajudar nesse grande passo do nosso pequeno!

De qualque forma, conseguimos achar um lugar que atende as nossas expectativas, que by the way, são altissimas! Já contei que a minha irmã linda tem uma escolinha no Rio de Janeiro que é tipo REFERÊNCIA de tudo de bom que uma criança pode querer?

Chama-se BEI - Bahiense Educação Infantil, e deixando a modéstia de lado, é a escolinha mais linda, correta, limpa, bem cuidada, e planejada que eu já vi, alem de claro, ter uma proposta pedagógica incrivel, que conta com o respaldo de mais de 50 anos de tradição em ensino que passou do meu avô, Professor Nobertino Bahiense, para minha mãe, Denise e agora minha irmã Bruna está dando os passos dela!

Eu sabia que ia ser dificil, pra alguem que "respirou escola" por 30 anos, achar algum lugar que passasse na maioria dos pré-requisitos que eu pus... Mas a Tigrinhos está ai! Pronta pra mostrar pra gente que vale cada centavo gasto!

Amanhã completa uma semana, e em breve, tirarei fotos do meu tigrinho de uniforme pra postar aqui! U-hu!

"good-bye"
--- como ele já aprendeu a dizer por la...

2 comentários:

Kika Bastos disse...

ai!! Esses posts todos sobre escolinhas estão me deixando com água na boca!!! não vejo a hora de visitar várias pra escolher a que eu quero pro Luquinha!

Ana Cecília disse...

Eu conheci o Bei no dia do niver do JG, e posso dizer que é mesmo um luxo! Tudo que uma criança pode desejar! A Ly, ao final da festa, perguntou: "Mãe, aqui é a casa da sua amiga?". Quando expliquei que era uma escola, sua primeira reação foi: "manhê, posso estudar aqui?" rsrsrs Até poderia, se eu não morasse no fim do mundo!!!
Fico feliz por vc ter encontrado uma escola à altura da tradição Bahiense, Jô! E quero muito saber das novidades do seu "tigrinho", viu?
Bjo!